Accueil du site > Musique > Video #NãoVaiTerCopa / Construção Coletiva - Rap da Rua #NãoVaiTerCopa (STREET (...)

Video #NãoVaiTerCopa / Construção Coletiva - Rap da Rua #NãoVaiTerCopa (STREET RAP #NOWORLDCUP)

vendredi 27 juin 2014

Construção Coletiva - Rap da Rua #NãoVaiTerCopa

A rua é de quem ?
Eu vou te contar
É de quem tem sede,
tem vontade de lutar.

Não se iluda, a Copa não é nossa !
Periferia não tem vez
E a minha gente chora.

A mídia, o Estado, repressão policial
Pra servir classe burguesa
Quem manda é o capital.

Shiu, cuidado ! Fale com cautela
Eles falam que é do povo
Mas nunca viu a favela

[refrão] :

"Será mesmo um absurdo
A gente se rebelar
Contra essa tal Copa do Mundo ?
E a alegria florescer
E todo mundo ter uma chance de uma vida boa ter ?"

Em busca de um padrão
Tudo é sacrificado
E quem mais sofre é o preto pobre
Que é marginalizado.

"Tem que acabar com essa história do negro ser inferior"

Padrão Fifa ? Pra quem ?
Pra gente que é pobre,
Não sobra um vintém.
Quem vai sofrer com tanto gasto
É o povo mais tarde
Impostos, comida e aumento da passagem.

Higienização social, morador removido
E você se pergunta : o que tenho haver com isso ?

O circo tá armado
Que comece o show !
Enquanto vão te explorando,
Você vai gritando GOL !

Pra quê hospital ?
Já disse o Ronaldo
Pra fazer Copa do Mundo
Só precisa de estádio.

Meu filho tá morrendo
Na porta do hospital
E tudo culpa de uma ação policial.

[refrão] :

"Será mesmo um absurdo
A gente se rebelar
Contra essa tal Copa do Mundo ?
E a alegria florescer
E todo mundo ter uma chance de uma vida boa ter ?"

A polícia é bandida
Quer punir, quer matar
O lance agora é desmilitarizar
Quero ver se ela aguenta a revolta popular.

Então :
Deixa passar, deixa passar, deixa passar a revolta popular.

PM truculenta e despreparada
Tem resposta pra tudo
Mete bala de borracha
Mas não se preocupe esse ano tem mais
Eu me protejo com vinagre
PM pode mandar gás.

E o que é então que mais medo te dá ?
Os jovens mascarados ?
Ou a polícia militar ?

Então me diz
O que te dá mais aflição :
A galera do rolezinho ?
Ou a política de remoção ?

Sem contar no aumento
Que vai ser anormal
Da exploração sexual.

Essa é a realidade
Pátria Amanda Brasil
A que ponto nós chegamos
Nessa pátria que pariu.

Abre esse teu olho
Não se iluda, vem pra Luta.
Não se deixe enganar
Por essa burguesia imunda.

A juventude vai à rua
E no mundo faz mudança
Com a arte que liberta
Ela atua, canta e dança.
Faz rap, grafite, mobiliza geral
Se envolve na política
E não desiste nem a pau.

Proposer un complément d'infos

SPIP | Par défaut, SPIP notre CMS est respectueux de la vie privée de ses visiteurs et ne pose pas de cookies de traçages ou publicitaires. Suivre la vie du site RSS 2.0